‘Pro-Catador’ leva cidadania e capacitação para trabalhadores de 15 municípios numa do Maranhão

Cooperativa de resíduos sólidos em Paco do Lumiar

Cooperativa de resíduos sólidos em Paco do Lumiar

Incentivar grupos econômicos solidários de catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis, articulando-os em redes de cooperação e comercialização de produtos. Esse é o objetivo do projeto Pró- Catador, executado com investimento na ordem de R$ 226 mil. O projeto hoje atende 18 empreendimentos de 15 municípios do Maranhão

A ideia é trabalhar no resgate da cidadania dos catadores, proporcionando geração de trabalho e renda, capacitação, elevação de escolaridade, inclusão digital, saneamento, saúde, segurança alimentar e habitação.

O Pró-Catador deve ser ampliado nos próximos meses para atingir 2 mil pessoas que retiram seus sustentos de aterros sanitários, de acordo com o secretário do Trabalho e da Economia Solidária (Setres), Jowberth Alves.

“Esses grupos recebem capacitações para a gestão das cooperativas e estrutura necessária para o trabalho. São Equipamentos de Proteção Individual e maquinários específicos. Vamos ampliar o programa para atingir mais de 2 mil trabalhadores que são, de certa forma, invisíveis na sociedade”, detalhou o secretário. 

Já estão agendadas atividades para este primeiro semestre. Serão feitos seminários de fortalecimento da categoria em Imperatriz (19 e 20/03), Bacabal (9 e 10/04) e São Luís (28 a 30/04)

“Um avanço”

Pensando para estimular a aplicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e promover a inserção social e cidadã dos catadores, a fim de superar a situação da pobreza extrema e da degradação ambiental, o Pró-Catador vem mudando a lógica do trabalho de catadores de várias regiões do Maranhão.

“Essa é uma força que vai trazer mais segurança e crescimento no trabalho que nós fazemos. Se a gente se unir e se organizar, o governo vai nos ajudar a crescer. ” A fala é de José Lima, 68 anos, que há mais de 10 anos trabalha em uma cooperativa de catadores de materiais recicláveis do município de Imperatriz.

“Nós estávamos precisando dessa estrutura. É um avanço para os catadores”, afirmou o presidente da Associação de Catadores de Imperatriz, José Lima Ferreira Lima. 

O trabalho inicial foi o de recenseamento dos catadores, com o objetivo de identificá-los e conhecer os locais em que trabalham, bem como traçar um perfil do catador que atua no Maranhão. 

Trabalho social X Educação

Atualmente, o Pró-Catador vem desenvolvendo oficinas locais, onde grupos formais, informais, associações, cooperativas de materiais recicláveis, lideranças comunitárias e gestores públicos são convidados a conhecer e discutir questões relevantes, como o fechamento dos lixões e a adequação dos municípios à legislação vigente de resíduos sólidos.

Também é escopo do projeto inserir os catadores no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), além de promover ações de formação, de acordo com a vocação profissional, proporcionando a elevação da escolaridade e a educação profissional e tecnológica.

Contatos

contatos

SINE – SISTEMA NACIONAL DE EMPREGOS – SÃO LUÍS/MA

(98) 3232-5015
(98) 3232-5031

Clique para mais contatos

Links Úteis
Localização

localização

Click to open larger map

Rua do Sol, 191. Centro,
São Luís, Maranhão